O que foram as Concessões em Shanghai ?

O que foram as concessões?

Nos séculos XIX e XX, alguns territórios dentro da China, foram concedidos para potências estrangeiras, e estas ocupavam e governavam esses territórios. O sistema de concessões na China, foi regulamentado pelo Tratado de Nanquim e vários outros tratados bilaterais com os países diretamente envolvidos. Esses tratados são chamados Tratados Desiguais pelos chineses, que muitas vezes foram assinados sob coação.

Em cada tratado, a China era geralmente forçada a abrir mais portas para os tratados de comércio e de mais territórios.

Em cada cidade, houve todo tipo de concessão. Geralmente as potências estrangeiras que controlavam essas concessões eram as potências ocidentais ou o Império do Japão. No entanto, cada potência estrangeira, geralmente administrava suas próprias concessões, embora ocasionalmente várias potências pudessem concordar em formar uma solução única.

Nessas concessões, aos cidadãos de cada potência estrangeira, foi dado o direito de habitar livremente, comercializar e viajar. Desenvolveram suas próprias culturas distintas do resto da China. Igrejas, casas públicas, e diversas outras instituições comerciais ocidentais surgiram nessas concessões. Ironicamente, algumas dessas concessões tiveram a arquitetura mais avançada do que a original nos seus países.

Os chineses originalmente eram considerados cidadãos de segunda classe e eram proibidos de viver dentro da maioria das concessões, existia placas onde se lia:

“ Proibida a entrada de cachorros e chineses”.

Cada concessão também possuía a sua própria força policial, e tinha diferentes jurisdições e suas leis distintas. Assim, uma atividade podia ser legal em uma concessão, mas ilegal em outra. Muitas das concessões ainda mantiveram sua própria guarnição militar e exército permanente. Forças militares e policiais do governo chinês às vezes eram presentes. Algumas forças policiais permitiam os chineses, outras não.

Nas grandes cidades como, por exemplo, Shanghai, que possuía muitas jurisdições, os criminosos poderiam cometer um crime em uma jurisdição e escapar facilmente para outra. Isto se tornou um problema, o crime florescia frequentemente, especialmente o crime organizado.

Em Shanghai as principais concessões estrangeiras foram:

  • A concessão britânica a primeira a surgir em 1845. Cobrindo uma área de 199 hectares, se fundiu em 1863 com a concessão dos Estados Unidos para formar a Concessão Internacional de Xangai. Foi ocupado em 1941 pelos japoneses após o ataque de Pearl Harbor e deixou de existir em 1943. Essa eu vou falar em outro post.

 

  • A concessão francesa de Xangai foi criada em 1849, fica em vigor até 1943. Tinha uma extensão de 66 hectares.

French Concession – Concessão Francesa.

É a mais charmosa de Shanghai.

Xintiandi – muito charmoso. O bairro e o rapaz da foto !!!

Entre as construções famosas estão à antiga residência de Sun Yat-sen. Você também pode ver muitos objetos pessoais do “pai da China moderna” em sua casa, que também possui um museu. Falo dele mais para baixo.

Há várias lojas, galerias e cafés pitorescos em toda a região. Vá em direção a Chang Le Lu para encontrar lojas especializadas em vestidos de seda tradicionais sob medida no estilo de Shanghai. Você também encontrará camisetas baratas em várias lojas, além de roupas vintage e acessórios feitos a mão. Na Huaihai Road há uma mistura de boutiques sofisticadas e lojas de departamento.

A parte central dessa faixa de compras fica próxima ao Fuxing Park, um ótimo lugar para observar os moradores locais praticando atividades ao ar livre, como o empinamento de pipa e tai chi; falo desse parque mais para baixo.

A região oferece várias opções para refeições. Dentre elas, excelentes restaurantes franceses, italianos e chineses.   É bem gostoso dar uma caminhada por essa região e explorar as ruelas e jardins.

Fuxing Park

É uma mistura da arquitetura dos parques franceses com o estilo de vida dos chineses.

O Parque Fuxing é um dos mais procurados parques de Xangai porque oferece uma pausa bem-vinda das ruas agitadas da cidade. É bem gostoso sentar em um dos bancos e observar os moradores mais velhos praticarem dança de salão, tai chi e jogarem xadrez.

No canto noroeste do parque, há uma grande estátua de bronze de Karl Marx e Friedrich Engels, os coautores de O Manifesto Comunista. Com 6,4 metros de altura, a estátua foi erigida nos anos 1980 para homenagear o 90º aniversário da morte de Engels.

Os canteiros de flores, são um espetáculo a parte, cujo paisagismo é diferente dependendo da estação.

Projetado originalmente durante a dinastia Ming como parte de uma propriedade particular, este espaço mais tarde se tornou um parque público aberto exclusivamente para os residentes franceses da cidade. Os franceses acrescentaram elementos do estilo europeu, que ainda hoje definem o espaço.

Palmeiras protegidas do frio.

É uma delícia passear por esse parque em qualquer estação do ano.

O Parque Fuxing fica aberto diariamente até o anoitecer, e a entrada é grátis.

Former Residence of Sun Yat Sen – Antiga Residência de Sun Yat Sen.

Muitos consideram Sun Yat o pai da China Moderna, pois ele planejou a derrubada da última dinastia e o estabelecimento da República.

Nos últimos anos do império, muitos intelectuais chineses reconheciam a necessidade de modernização. Ao apoiarem o movimento das Reformas de 1898 propunham a adoção da tecnologia e da educação ocidental. Diversas reformas foram postas em prática. Instalaram-se assembleias regionais eleitas, derrubando ainda mais o poder da dinastia Qing.

Em 1911 o império caiu totalmente. Sun Yat foi eleito presidente provisório, mas foi logo forçado a renunciar, quando a China passou a ser controlada por uma série de líderes militares.

De 1918 a 1925, o Sr. Sun Yat-sen e sua esposa, a Sra. Soong Ching Ling moraram na antiga residência, que foi doada por alguns chineses canadenses de origem patriótica, em apoio à revolução chinesa. Foi na antiga residência de Sun Yat-sen que ele realizou as obras-primas de renome como Doutrinas de Sun Wen, Planos de Desenvolvimento da China, etc., fez o plano de reforma dos Três Princípios do Povo (Nacionalismo, Democracia e Povo Subsistência) e apresentou as três políticas fundamentais (aliança com a Rússia soviética, cooperação com os comunistas e assistência aos movimentos operários e camponeses).

Foi também nessa residência que recebeu os representantes do Partido Comunista da China e promoveu a primeira cooperação entre os dois principais partidos da história moderna chinesa (o Partido Nacionalista e o Partido Comunista). A história conta que Mao, ainda jovem, sentou muitas vezes em sua casa para ouvir Sun Yat falar.

A residência testemunhou o seu entusiasmo e as suas contribuições para a revolução chinesa nos últimos anos deste grande homem. Após sua morte em 1925, a Sra. Soong continuou vivendo aqui até 1937, quando o exército japonês ocupou Xangai. Oito anos depois, quando a China ganhou a guerra, a Sra. Soong ofereceu-se para fornecer sua casa como o local permanente para a memória de Sun. Em 1961, a Antiga Residência de Sun Yat-sen foi listada como sendo uma das Unidades de Relíquias Culturais preservadas pelo Estado-Chave.

De acordo com as memórias da Sra. Soong, os móveis, a maioria dos quais eram usados ​​pelo casal, são exibidos onde estavam. Ao caminhar pela casa, pode-se recriar a vida dos proprietários através de cada artigo exposto, ou as facas penduradas sobre a lareira, ou as fotos na parede da sala de estar, ou os livros que revestem as estantes. As atividades do Sr. Sun Yat-sen, especialmente as dos dias em que ele viveu em Xangai, também são exibidos em materiais históricos e imagens.

“O mundo pertence a todos” é um slogan que reflete o seu ideal democrático: o direito de votar, de revogar e o poder da legislação e da retificação.

Apesar de sua antipatia pelos militares, é visto como um revolucionário que preparou o caminho para o comunismo.

Como dica para quem visitar Shanghai, a Concessão Francesa é um lugar delicioso para passear e principalmente para comer, pois aqui estão localizados alguns dos melhores restaurantes internacionais da cidade.

Até a próxima dica de Shanghai !!

Anúncios

Um comentário em “O que foram as Concessões em Shanghai ?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s