Templo do Buda de Jade – 玉佛禅寺 Yùfó Chán Sì.

TEMPLO DO BUDA DE JADE

Existem dois templos budistas bastante famosos para serem visitados aqui em Shanghai.

Um é o Jing’an Temple que fica em uma das ruas mais conhecidas de Shanghai e tem uma imponência maravilhosa, é o típico templo que você leva todos os amigos para conhecer e não tem erro, todos ficam de boca aberta! – vou falar sobre ele em um próximo post.

O outro é o Templo do Buda de Jade, mais afastado do burburinho e com uma atmosfera mais espiritualizada.

São dois templos budistas, porém muito diferentes entre si. O primeiro suntuoso, mais moderno, o segundo espiritual, mas antigo.

 

História do Templo do Buda de Jade

Construído em 1882 para abrigar duas estátuas de jade trazidas da Birmânia, atual Myanmar, foi nomeado Templo do Buda de Jade – Jade Buddha Temple, ou em mandarim,

玉佛禅寺 –  Yùfó Chán Sì.

Antes o templo estava localizado em outro lugar e mudou para cá em 1918.

Endereço Atual: 170 Anyuan Rd, Jing’an, China, 200060.

Durante a perseguição religiosa na Revolução Cultural imposta por Mao Tsé Tung na China (1966 – 1976), o templo permaneceu fechado, tendo sido reaberto em 1983.

Quando a Guarda Vermelha de Mao chegou para destruir o templo, os monges tinham posto uma imagem de Mao sobre as portas do templo, o que ajudou a salvar a sua estrutura.

Em 1983, o Instituto de Budismo de Shanghai foi estabelecido no templo, sob a administração da  Associação Budista de Shanghai.

Atualmente conta com quase cem monges que vivem ali e você percebe uma atividade dinâmica com seminários e eventos.

O estilo clássico da Dinastia Song (960-1279), com seus telhados com beirais arredondados e estatuetas nas pontas, estão presente em toda arquitetura do Templo.

O que faz o lugar especial é as duas estátuas principais em Jade:

É bom saber que jade símbolo da beleza e preciosidade, já valeu mais do que ouro na China.

O Buda Sentado de 1,9 metros, esculpido em um único bloco de jade branco. Acredita-se que essa estátua em jade cravejada de ágata e esmeralda é o retrato de Buda no momento de iluminação.

E o Buda Reclinado, com 96 cm, deitado sobre o lado direito com a mão direita apoiando a cabeça, o rosto calmo mostra seu estado de paz e tranquilidade quando deixou esse mundo.

No templo há também outro Buda reclinado, que tem 4 metros de comprimento e foi trazido de Singapura em 1989, assim como existem várias imagens de Buda em diferentes encarnações e quatro outras estátuas que representam os guardiões ferozes.

O templo também possui lojas de souvenires com artigos budistas e outros objetos de decoração chinesa.

É proibido tirar fotografias dentro dos templos e eu descobri isso depois de levar uma bronca em chinês!!!

(Entendi que era uma bronca).

Apesar de ser um templo mais espiritualizado, onde você vê muita gente ajoelhada e acendendo seus incensos. Para quem não tem uma ligação com o budismo a espiritualidade fica distante.

Quanto aos Budas de Jade, são bonitos de conhecer, mas na China existem Templos bem mais interessantes.

Em minha opinião se você visitar Shanghai e tiver tempo somente para conhecer um, opte pelo Jing’an Temple.

Zài Jiàn.

 

 

Anúncios

Um comentário em “Templo do Buda de Jade – 玉佛禅寺 Yùfó Chán Sì.

  1. Esse templo já nas fotos me passa tranquilidade.
    Deixar essa vida com a paz do Buda retratado é tudo que desejo, espero merecer.
    Vou para Jing`an agora…. Quando estiver aí vou tentar visitar os dois.
    Beijos.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s