Que Tal um Qìpào ?

Que Tal um Qìpào ?

O Qìpào (fala-se tipao) ou Cheongsan (Vestido longo) surgiu em 1920 em Shanghai e virou febre entre as socialites e mulheres da classe alta.

Mas foram as cortesãs e as celebridades da cidade que tornariam esse qìpào ajustado, popular naquela época.

Os atuais Qìpàos descendem dos vestidos Machus do século 17 (Changshan), peças únicas bem menos reveladoras e usados por homens e mulheres.

Depois que a dinastia Qing foi derrubada e acabou o tempo dos Imperadores, as feministas chinesas pediram a libertação das mulheres de papéis tradicionais e levaram vários movimentos contra a segregação de gênero neo-confuciana; incluindo o término de pés enfaixados para as mulheres (ver post sobre Cixi  https://xinachina.com.br/2017/06/22/cixi-uma-concubina-a-frente-de-seu-tempo/), cortando cabelos longos e encorajando as mulheres a vestir roupas masculinas de uma peça os Changshan (descendentes dos Qipaos).

Esse vestido está diretamente relacionado à libertação das mulheres e tem um toque sensual.

E claro que tendo essa pegada, o Qìpào não escaparia das retaliações do tempo de Mao, quando uniformes unissex eram usados. As mulheres que usavam Cheongsan foram julgadas como burguesas, o que era considerado um mau comportamento político naquela época.  Um exemplo, foi o que aconteceu em 1963, quando o presidente da China, Liu Shaoqi visitou quatro países vizinhos no sul da Ásia, e a primeira-dama Wang Guangmei usava um Cheongsan. Mais tarde, ela foi declarada culpada na Revolução Cultural por usar esse vestido.

Quem deixou o país como refugiado, durante a Revolução, acabou popularizando o modelito em Hong Kong nos anos 1950.

Na versão atual, diferentemente dos vestidos Manchus, é somente para “Meninas” e na minha sincera opinião fica mais bonito nas chinesas. As chinesas não usam decotes nunca, mas em contrapartida as pernas podem ficar “super” à mostra.

É um modelo que cai muito bem em quem é bem magrinha e não tem muitas curvas.

 

Aqui na China, você encontra Qìpàos de todos os tamanhos (desde um aninho), todas as estampas, cores, tecidos e preços (os mais em conta estão no mercados fakes). Claro existem lojas especializadas, com Qìpàos em seda lindíssimos, bordados e com detalhes em pérola.

No filme “Amor à Flor da Pele” de 2.000 a personagem Maggie Cheung desfilou uma variedade de Qìpàos.

https://youtu.be/X8TQpA-2pcw

Atualmente ele funciona como um elegante vestido de festa, principalmente em casamentos.

Algumas companhias aéreas da China Continental e de Taiwan, como China Airlines, China Eastern, Xiamen Airlines e outras têm o cheongsan como uniforme para suas comissárias de bordo e equipe de solo.

Também é bastante usado por representantes chinesas em Relações Internacionais.

E você tem vontade de experimentar um para ver como fica? E o que acha de usá-lo?

Eu experimentei, é bem bonito. O mais escuro estava por RMB 1.200 e o vermelho em seda e bordado RMB 4.120 (Para ter uma ideia em Reais divida por dois). Não comprei, só experimentei para tirar a foto e colocar nesse post.

Beijos e Até a próxima curiosidade.

Anúncios

9 comentários em “Que Tal um Qìpào ?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s