Bali na Indonésia – Parte I

Bali na Indonésia

Em Outubro aqui na China tem uma Semana inteira de feriado, a chamada Semana Dourada, se quiser saber mais sobre os feriados na China, leia no meu post https://xinachina.com.br/2017/05/25/feriados-na-china/; então decidimos ir para Bali, pois realmente estávamos precisando colocar o pé na areia e para quem mora em Shanghai, estamos a uma distância de 6 horas de voo até Bali, uma pechincha se considerarmos o tempo Brasil X Indonésia (24 horas); além do que o custo é bem mais baixo.

Como estamos aqui pertinho, é agora ou nunca!

Confesso que fui para Bali com a intenção de fazer uma comparação entre Bali e Tailândia.

– Onde é mais bonito?

– Onde devo indicar para as pessoas conhecerem na Ásia?

– Onde se come melhor?

Enfim todas as perguntas básicas que nós fazemos quando vamos viajar e cheguei à conclusão que são belezas totalmente diferentes, cada uma com características e detalhes próprios.

Em alguns pontos Bali ganha, em minha opinião, riqueza cultural e estrutura turística (hotéis, restaurantes e compras) em outros a Tailândia: praias, geografia e beleza natural. As duas são excelentes em comida, custo e povo simpático.

Claro que para os surfistas Bali é tudo de bom, o mar é para eles, diferente da Tailândia, onde o mar é mais calmo.

No começo do ano fui para Tailândia e escrevi um post https://xinachina.com.br/2017/02/06/krabi-na-tailandia/, hoje estou falando sobre Bali.

Dê uma lida nos dois post e tire suas conclusões, mas se eu puder indicar e você tiver a chance

“CONHEÇA AS DUAS, VOCÊ NÃO VAI SE ARREPENDER”.

Acho que esse Post ficará bem grande, além de ter muita coisa para contar, foi difícil escolher qual foto não colocar, então decidi fazer em duas partes.

Cheguei a Bali achando que iria para um lugar pequeno e sossegado, com praias paradisíacas, mas não é bem assim, e algumas pessoas se decepcionam no primeiro momento.

O trânsito é caótico, e olha que eu moro na China, a mão é inglesa, e não existe semáforo, rotatória, ”marronzinho”, ou qualquer outra coisa que possa colocar um pouco de ordem na bagunça.

Você logo descobre que Bali é muito mais do que um lugar para curtir apenas o mar, o que faz do lugar tão especial é a rica cultura da ilha, a crença de seus moradores, os templos e as paisagens naturais.

Hospedamos na praia de Seminyak, no Bermimpi Bali Villas – super indico para quem quer sossego, são apenas quatro “chalés” totalmente independentes com piscina privativa, a equipe é muito atenciosa e prepara seu café da manhã na hora que você pedir, direto no seu chalé. Esse estilo de acomodação “Villas” é muito usado em Bali. Na verdade a oferta de hotéis em Bali é muito grande, você encontra desde acomodações mais simples até Maravilhosos Resorts na Beira da Praia.

Bermimpi Bali Villas

SOBRE A CIDADE

Bali fica na Indonésia, cuja capital é Jacarta, e possui um aeroporto internacional de grande porte (Ngurah Rai International Airport – DPS), servido por diversas companhias aéreas.

Denpasar é a Capital da Ilha e a maior cidade.

Quem viaja para a Indonésia a turismo e fica por até 30 dias não precisa de visto! Até o início de 2016 era preciso pagar uma taxa para entrar no país, mas isso também não é mais necessário para brasileiros. A embaixada informa que o passaporte deve ter validade superior a seis meses, é necessário apresentar o certificado de vacinação contra febre amarela e passagem de ida e volta.

A moeda de Bali é a Rupia Indonésia (IDR). A moeda é bem desvalorizada em relação ao real e muitos zeros estão sempre presentes quando vemos os preços dos serviços na ilha, por isso notas de 50.000 são comuns. Não pense que está rico se tiver 100.000 Rupias na carteira… isso significa apenas que você tem em torno de R$ 25,00, ou seja, aquele monte de dinheiro na carteira só para enganar.

Os serviços em Bali não são caros, pelo contrário, comida, roupas de praia, as famosas cangas de Bali, e os produtos de decoração é de deixar qualquer um louco, da vontade de comprar tudo, o duro é carregar depois.

A Indonésia é um país muçulmano, mas em Bali predomina o hindu-balinês; a diferença do hindu da Índia, é que lá os mantras são os pontos fortes já em Bali predomina as oferendas aos deuses. Pelas ruas é muito comum ver oferendas, pessoas com trajes típicos, cortejos e celebrações. Todas as casas possuem um Templo.

Oferendas em Frente a uma casa.

A língua oficial de Bali é a língua indonésia, mas na ilha fala-se também o balinês. Muitas pessoas comunicam-se em inglês e você consegue se virar muito bem.

As principais maneiras de se locomover em Bali são de carro ou motocicleta (scooter). O trânsito é caótico, a mão é inglesa e as motos carregam famílias inteiras, sobem nas calçadas, na contra mão e transportam objetos de todo o tamanho, mas você aluga pelo equivalente a R$ 12,00 por dia e vai para todo o lugar, mas só alugue se você tiver habilidade pois tem que ter muito cuidado!!!

Outra maneira de se poupar da confusão de dirigir na ilha, é contratar um guia/motorista particular, que pode passear com você o dia todo e mostrar os principais pontos turísticos. O serviço é muito popular e tem um ótimo custo-benefício, principalmente para quem está em grupo, mas você leva o triplo do tempo.

Chamou bastante a nossa atenção o nível de segurança que é utilizado, tanto nos aeroportos como em bares, clubes e praias particulares; em todos esses lugares você é revistado, sua bolsa (mesmo que seja de praia) é verificada. Isso porque houve um atentado terrorista na Indonésia alguns anos atrás. O controle antidroga nos aeroportos também é rigoroso e não pense que apenas “Surfista” é parado.

Tem muita coisa para conhecer em Bali, nós ficamos 07 dias (pois foi o período do feriado aqui na China), mas eu acho que o ideal é no mínimo 15 dias. Algumas dicas de lugares:

LUGARES PARA CONHECER EM BALI:

Pura Tanah Lot – O templo foi construído em pedras no século XVI ao lado do Oceano Índico. Quando a maré está baixa é possível ir até o local, mas quando ela está alta o templo fica isolado, parecendo que está no meio do mar. O pôr do sol visto daqui é um dos mais lindos da ilha!

Considerado um dos templos mais bonitos de Bali. Ele é um dos cartões-postais da ilha e um dos locais mais fotografados!

Bali tem muitos templos, cada um com suas peculiaridades e esse certamente é um lugar para não perder. Chegar ao local por conta própria, não é tão fácil, mas possível, fomos de moto, consulte os atendentes de seu hotel para encontrar a melhor forma de visitá-lo. Outra dica é olhar a tábua de maré para saber quando a maré estará baixa e, consequentemente, quando o acesso ao templo será possível.

O lugar é lindo a qualquer hora do dia, mas ao entardecer, quando o sol se põe, a paisagem fica ainda melhor!

Entrada: Rp 15.000 +- R$ 3,50.

 

Seminyak  – É o lugar mais agitado de Bali, as praias não são bonitas, mas a região possui excelentes restaurantes, várias lojinhas e clubes de praia. É uma espécie de Búzios em Bali. É um lugar com uma atmosfera muito gostosa. Pela noite é super agradável caminhar pela região e fazer compras… minha dica é curtir o dia em locais como o Ku de Ta ou Potato Head, são clubes de praia, com acesso a praia, piscina, restaurantes e bares.

Potato Head

Kuta Passei por Kuta e fui embora rapidinho, aqui é tipo Praia Grande (em seu pior momento), são ônibus e mais ônibus parados pela avenida principal para que os turistas em geral chineses e indianos, possam curtir o dia. Virou o point. Não gostei, muita gente, a praia não é bonita, areia é escura (vulcânica).

JimbaranDelícia de praia, ainda não é a mais bonita, mas super tranquila, perto de Seminyak, você passa o dia, come em um dos restaurantes de praia que prepara o peixe fresquinho para você na hora. Mas essa praia é famosa pelo pôr do sol, esses mesmos restaurantes, colocam mesas na areia e os turistas jantam vendo o pôr do sol.

Uluwatu Beach ou Blue Point Beach – É uma das praias mais linda de Bali, já estamos no sul da ilha, muito frequentada por turista e point dos surfistas. Ela fica a frente de um enorme paredão de pedras onde estão instalados alguns bares e restaurantes que possuem uma vista sensacional!

Para chegar à praia você precisa descer uma escadaria (não muito difícil) e passar por uma espécie de gruta para chegar ao mar, é um lugar diferente e muito bonito.

O trecho de areia da praia é pequeno, mas sua água é cristalina! Na areia, você perceberá que essa não é uma praia convencional: ela tem formações rochosas e fendas nas rochas, esculpidas pela ação do mar. A praia fica ainda mais bonita na maré baixa, pois é nesse momento que ficam em evidência os corais e pequenas piscinas naturais.

Essa praia é muito procurada por surfistas.

Continua na próxima semana …..

Anúncios

Um comentário em “Bali na Indonésia – Parte I

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s