Como é a Sensação de Segurança na China?

Como é a Sensação de Segurança na China?

Quando eu fiz a pesquisa sobre “O Perfil das Mulheres Brasileiras aqui na China”, uma das perguntas propostas foi:

“O que você mais aprecia aqui na China?”

48,1% das respostas indicou Segurança, os 51,9% foram respostas diversas.

Se quiser saber mais sobre a pesquisa acesse https://xinachina.com.br/2017/10/12/perfil-da-mulher-brasileira-que-mora-na-china/

Conversando com meu pai na última vez que voltei para o Brasil, discutimos bastante sobre esse tema e claro a comparação sobre a Segurança entre a China e o nosso país foi inevitável.

O que faz a China ser segura? O que faz você poder caminhar pelas ruas de qualquer cidade nesse imenso país e não se sentir ameaçada em nenhum momento?

Esse é um dos pontos que com certeza sentirei falta quando voltar para o Brasil.

Não há como negar, é uma delícia caminhar nas ruas, pegar metrô, trem, ônibus, a qualquer hora do dia ou da noite e ninguém, absolutamente ninguém te incomodar.

Mesmo nos principais pontos turísticos, os conhecidos batedores de carteira não existem. O que tem e bastante é a abordagem para venderem algo, mas se algum guarda local, observar isso acontecendo, a bronca é Homérica. Fico até com dó dos coitados dos vendedores.

Conversei com algumas pessoas daqui, li um pouco e pude observar que não é apenas uma questão de atuação pública, mas principalmente cultura, princípios e família.

Segue abaixo alguns pontos que com certeza juntos resultam no alto índice de segurança, que sentimos no nosso dia a dia aqui na China.

 

  • Delação: Isso aqui também é cultural, por medo das antigas repreensões do partido comunista, faz parte da cultura do povo chinês, todos saberem da vida de todos. Logo se algum membro da sua família estiver andando fora da linha, é muito provável que algum vizinho, amigo ou conhecido conte para a autoridade local e como ninguém quer complicação é melhor andar no eixo.

 

  • A disciplina é rigorosa e os pais autorizam os professores a dar umas “reguadas” nos filhos que não se dedicarem aos estudos.

 

  • Há um respeito/medo das autoridades policiais. Nunca vi nada, absolutamente nada de agressivo, apenas broncas, como relatei acima, mas nunca presenciei uma abordagem mais severa, ninguém sendo preso, tiros, corre-corre. Para ser sincera, sirene apenas de ambulâncias.

  • O Controle de armas é rigoroso e apenas militar ou policial podem utilizar.

 

  • O Ministério de Segurança do Estado  é o mais ativo serviço de inteligência do mundo, por causa de seu papel em monitorar dissidentes políticos, está igualmente envolvido em questões de segurança nacionais. Daí o resultado em termos de segurança no país.

 

  • O país tem mais de 170 milhões de câmeras conectadas, o maior sistema de vigilância do mundo. Não se trata de câmeras comuns. Elas são ligadas a um sistema de inteligência artificial que consegue detectar idade e etnia, ler placas de carros e cruzar dados para saber onde você esteve, qual carro usou, e quem encontrou.

 

  • O Controle e revista nos aeroportos é bem detalhado e preciso, assim como para entrar no metrô, sua bolsa, mochila etc. deve passar pelo Raios-X, em todas as estações.
  • O país possui o maior exército permanente do planeta. Apenas as unidades terrestres são constituídas de 1,6 milhões de soldados ativos.

Acredito que não precisamos ser Comunistas para andar na linha, dá para ter educação, princípios, respeito à hierarquia e aos mais velhos e um pouco de medo das consequências de nossos maus atos, com total liberdade.

E você o que acha que falta para sentirmos mais seguros em nosso país?

Deixe seu comentário abaixo.

Beijos e até a próxima semana.

Anúncios

Um comentário em “Como é a Sensação de Segurança na China?

  1. Temos que pensar, e repensar muito mesmo, estamos errados em muitos pontos, aceitamos desculpas esfarrapadas para a violência e maus modos.
    Uma delas descobri esse mês em Amsterdam, onde tudo é liberado.
    A primeira noite convivendo com os jovens consumindo bebidas alcoólicas e maconha a vontade ( na maior liberdade) Estava na frente de um bar famoso e pensei, agora vai rolar uma treta.. sair briga e discussão….
    A garçonete sai do bar e vai até o espaço montado ao lado do canal, onde pelo menos 25 pessoas estavam espalhados em várias mesas e cadeiras, e disse para todos que em 3 minutos todos deveriam estar fora do local.
    Em menos de 2 minutos não havia mais nenhum bêbado ou drogado, todos foram embora na maior educação.
    Inacreditável… Ela nem pediu 5 minutos !!!! Ninguém pediu para esperar a saideira !!!!

    China tem sua segurança baseada no respeito e no medo
    Holanda tem sua segurança baseada no respeito e na liberdade com educação

    A família pode dar liberdade ao filho se este tiver sido educado para respeitar a família, a sí mesmo e ao próximo. Este jamais usará mal sua liberdade.

    O respeito e educação dão o limite a liberdade de uma pessoa.

    Desejo um Brasil melhor a todos nós.

    Adorei.

    Beijos.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s